Aprovada em 2017, a nova proposta para o ensino médio começará a ser implementada em pelo menos 16 estados a partir de 2021. No primeiro semestre do ano, as primeiras escolas-piloto adaptadas de acordo com a reforma devem começar a funcionar.

 

12 opções de cursos, o estado de São Paulo saiu na frente. Já nos outros estados, a implementação depende de consultas públicas, avaliação e homologação dos Conselhos Estaduais de Educação, que devem ser realizadas ainda em 2020.

Esse processo deverá ser concluído nos estados do Acre, Alagoas, Amapá, Ceará, Espírito Santo, Goiás, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Paraíba, Minas Gerais, Pernambuco, Roraima, Sergipe, Paraná, Santa Catarina até o final do ano. Porém, todos os estados e o Distrito Federal deverão cumprir os prazos previstos na legislação.

A comunidade escolar, estudantes e especialistas em educação devem contribuir na elaboração do currículo. Os estudantes poderão optar por disciplinas com as quais mais se identifiquem.

O novo currículo será implementado de forma progressiva aos alunos do primeiro ano do ensino médio em 2021. Na sequência, em 2022, para os estudantes do segundo ano e, em seguida, para os estudantes do terceiro ano, em 2023.

Em nota, o Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed), órgão que coordena a Frente Nacional do Novo Ensino Médio, afirma que os novos currículos estão alinhados à Base Nacional Comum Curricular (BNCC).

“Eles nos dão as diretrizes necessárias para repensar o aprendizado dos jovens daqui para frente. A pandemia só escancarou o que já se percebia antes: o aprendizado dos jovens do ensino médio precisa ser mais significativo, mais conectado com a vida real, para que eles percebam mais valor na escola”, afirma o Consed.

O novo formato prevê que os estudantes passem a ter mais aulas de Português e Matemática e se aprofundem em um dos cinco itinerários formativos propostos na lei: Matemática, Linguagens, Ciências da natureza, Ciências humanas e ensino técnico, ao invés de um currículo “enciclopédico”.

Além disso, a carga horária oferecida nas escolas deverá aumentar de 800 para mil horas-aula anual até 2022, somando três mil horas de aulas nos três anos do ensino médio. Do total, 1.200 horas devem ser destinadas à oferta dos chamados “itinerários formativos”.

Agência Educa Mais Brasil

O que é um portfólio e qual sua importância no mercado de

Que o mercado de trabalho anda cada vez mais competitivo e concorrido, nós sabemos. Isso ocorre pois ano após ano o conhecimento da humanidade

Município de Caravelas assume diretoria do núcleo regional de

A eleição foi online, organizada pela UNDIME (União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação), núcleo da Bahia, segundo critérios de

Ranking aponta as melhores universidades da América Latina

O Times Higher Education mostra que das 10 instituições 4 são brasileiras Quatro universidades brasileiras integram o ranking do Times Higher

Cursos gratuitos de Tecnologia estão com inscrições abertas

Cursos gratuitos de Tecnologia estão com inscrições abertas Cursos são oferecidos a distância e visam capacitar profissionais em soft skills

Fundação baiana oferece bolsas de estudo integrais de

Inscrições começam dia 20 de julho Dez profissionais com interesse em cursar uma pós-graduação na área de saúde terão os estudos custeados

Fies 2021 tem prazo para aditamentos dos contratos prorrogado

Prorrogação feita pelo FNDE vale para contratos assinados até dezembro de 2017 O prazo para a renovação semestral dos contratos assinados com o

Plataforma oferece oficinas textuais para ajudar estudantes com a

Conteúdos são disponibilizados toda sexta-feira, às 15h, no canal da Stoodi, no YouTube Estudantes ganham um reforço a mais na hora de se

Prouni 2021.2: inscrições terminam nessa sexta (16)

Um dos critérios para participar é ter feito o Enem mais recente Hoje (16) é o último dia para candidatos a uma das bolsas de estudo pelo

Enem 2021: pagamento do boleto pode ser feito até 19 de julho

GRU deve ser baixada na Página do Participante As inscrições para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2021 terminaram ontem (14). Agora, o

Rui Costa diz que professor que recusar retorno às aulas terá

Bahia: Com o retorno as aulas presenciais programados para o próximo dia 26, o governador da Bahia, Rui Costa (PT), alertou que os professores do

Nossos Apoiadores: