Os números reais de infectados no país podem, inclusive, ser maior do que o dos Estados Unidos, único país que supera o Brasil em total de casos

O Brasil tem 23.473 mortos pelo novo coronavírus e pode encerrar semana ultrapassando Espanha e França em número de óbitos. Ainda em curva de ascendência de casos, o país já tem 1.220 mil municípios com registro de fatalidades e, mesmo sendo o segundo país com maior número de casos de covid-19 no mundo, com mais de 374 mil infectados, ainda está iniciando a interiorização do vírus.

Os números reais de infectados no país podem, inclusive, ser maior do que o dos Estados Unidos, único país que supera o Brasil em total de casos -- a marca norte-americana está em 1,6 milhão de infectados. Isso porque a subnotificação brasileira é alta.

Enquanto os dados oficiais dão conta de 374.898 mil casos da doença, pesquisadores Portal Covid-19 Brasil, iniciativa da Universidade de São Paulo (USP) e da Universidade de Brasília (UnB), calculam que o número varia entre 3,4 e 4,7 milhões. A estimativa chega a ser 12 vezes maior do que o divulgado. O Ministério da Saúde admite a defasagem de testagem e afirma que aumenta a capacidade dos laboratórios para diminuir essa diferença.

Continua depois da publicidade

Segundo o portal, a comparação entre a situação estimada e os casos notificados mostra "a discrepância do real cenário brasileiro de população de pessoas infectadas pela doença". Por meio de cálculo de modelo matemático exponencial para os 10 dias seguintes, o Portal Covid-19 Brasil estima, ainda, que até 31 de maio haverá 545 mil confirmações de casos no país. Pela mesma metodologia, o grupo concluiu que as mortes devem saltar de 23,4 mil mortes para mais de 32 mil até o mesmo período.

Esse montante é superior ao que hoje a Espanha e França acumulam em quantidade de mortos pela doença, sendo que nos dois países já há a tendência de diminuição de casos. Segundo balanço da Universidade Johns Hopkins, a Espanha soma 26,8 óbitos, enquanto a França, que está em quarto lugar em mais fatalidades no mundo, tem 28,4 mil perdas.

No ranking internacional de óbitos, o Brasil continua sendo o sexto país com mais mortes do mundo, ficando atrás dos EUA, Reino Unido, Itália, França e Espanha, nesta ordem. Ao todo, 23.473 pessoas já morreram em decorrência da covid-19 no país e houve um acréscimo de 807 fatalidades nas últimas 24 horas.

Estados

São Paulo, epicentro da doença no Brasil, tem 6.220 óbitos pela doença, um aumento de 57 novas mortes em 24 horas. O estado, que no fim de semana chegou a atingir ocupação de leitos na capital de 91%, agora está com 88,1% de lotação. O Sistema de Monitoramento Inteligente do governo de São Paulo mostra que o percentual de isolamento social no estado foi de 55% neste domingo.

Além de SP, outras unidades da federação preocupam com os altos números de fatalidades da doença. O Rio de Janeiro, por exemplo, voltou a ser o estado com maior registro diário de óbitos, acrescentando mais 112 fatalidades. Com isso, o estado carioca voltou a ultrapassar as atualizações de São Paulo, acumulando 4.105 mortes.

Pesquisadores do Instituto Alberto Luiz Coimbra de Pós-Graduação e Pesquisa de Engenharia (Coppe/UFRJ) estimam que o pico do novo coronavírus no estado deve ocorrer na primeira quinzena de junho, podendo chegar a 40 mil infectados, levando em conta os dados oficialmente divulgados pela secretaria de saúde do RJ. Caso não haja uma redução rápida na velocidade de transmissão, a recomendação do grupo é de lockdown no estado.

"O número de óbitos poderá chegar a 30 mil pessoas ao final da pandemia, de acordo com o modelo utilizado, caso se mantenha o cenário atual, no qual apenas cerca de 50% da população fluminense segue as orientações de confinamento”, alerta Claudio Miceli de Farias, um dos coordenadores da pesquisa.

Superando a barreira de mil mortes junto com o RJ e SP, o Brasil tem mais quatro estados. São eles: Ceará (2.493), Pernambuco (2.248) e Pará (2.372) e Amazonas (1.781). Juntos com os dois líderes do ranking, esses estados somam 19.219 óbitos, ou seja, 81,8% de todas as mortes já confirmadas. Todos os 26 estados do Brasil, mais o Distrito Federal, já registraram casos e mortes.

No Pará, as medidas de lockdown pela qual o estado vinha passando foram interrompidas nesta segunda-feira (25). De acordo com o governo, os bloqueios não seriam mais necessários após uma avaliação das universidades federais do Pará de que a tendência no número de casos é de queda. No entanto, o isolamento social ainda é aplicado, só que de forma mais branda. O governo de estado permitiu, ainda, por meio de outro decreto, que os municípios adotem medidas mais rígidas, de acordo com a necessidade avaliada pela gestão local.

Recuperados

O Ministério da Saúde divulgou ainda o número de pacientes recuperados da covid-19. Foram liberados 153.833 do total de pacientes diagnosticados com o novo coronavírus. Isso representa 41% das pessoas que tiveram a doença. Já os brasileiros que não resistiram representa 6,3% desse montante. Outras 197.592 pessoas (52,7% do total) continuam em acompanhamento.

Fonte: Correio Brasiliense

Aprovada: Indenização para profissional da saúde afetado por

A Câmara dos Deputados concluiu nesta terça-feira, 14, a análise do projeto que prevê o pagamento de compensação financeira de R$ 50 mil aos

Passa de 2000 casos de Covid-19 em Teixeira e mais duas mortes

Teixeira de Freitas: Nesta data, a Secretaria de Saúde de Teixeira de Freitas comunica, com pesar, mais duas mortes confirmadas em decorrência da

Covid-19: Brasil tem 41,8 mil novos casos e 1.300 óbitos em 24h

Até o momento, 1.209.208 de pessoas se recuperaram da doença A atualização diária divulgada pelo Ministério da Saúde registrou 41.857

Absurdo: SESAB manda apreender e destruir Kits de remédios contra

Teixeira de Freitas: Um grupo de empresários, médicos, instituições filantrópicas e igrejas se reuniram e compraram voluntariamente, Kits

Bahia registra 1.128 casos de Covid-19 em 24 horas

Com 106.891 casos de coronavírus confirmados desde o início da pandemia, a Bahia registrou nesta segunda-feira, 13, 1.128 novos casos da doença,

Covid-19: Brasil chega a 72,8 mil óbitos e 1,88 milhão de casos

Até o momento, 1.154.837 de pessoas se recuperaram da doença Com 733 novas mortes por covid-19 registradas nas últimas 24 horas, o Brasil

Covid-19: Bahia registra mais de 1,5 mil casos nas últimas 24h

A Bahia registrou 1.575 casos confirmados da Covid-19 (novo coronavírus) nas últimas 24 horas, 594 pacientes curados e 47 mortes. Os dados foram

Brasil registra 631 mortes por covid-19 em 24 horas

Desde o início da pandemia, país registrou 72,1 mil mortes pela doença O Brasil registrou 631 óbitos pelo novo coronavírus em  24 horas,

Morre 31ª vítima de Covid-19 em Teixeira: 38 pessoas estão

Teixeira de Freitas: Nesta data, a Secretaria de Saúde de Teixeira de Freitas comunica, com pesar, mais uma morte em decorrência da COVID-19. Nos

Sobe para 17 o número de pacientes internados com Covid-19 na UTI

Teixeira de Freitas: Nesta data, a Secretaria de Saúde de Teixeira de Freitas comunica que não houve alteração nos dados epidemiológicos no

Nossos Apoiadores: