MP que institui programa perderia validade nesta quinta-feira

O Senado aprovou, na tarde de hoje (27), a medida provisória (MP) que cria o programa Médicos pelo Brasil. A MP expiraria nesta quinta-feira (28) e perderia a validade de não fosse votada. A matéria vai agora à sanção presidencial.

Ontem (26), o texto foi aprovado na Câmara dos Deputados e chegou ao Senado para uma aprovação rápida, sob risco de expirar. No entanto, o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), havia se comprometido a votar a MP, mesmo com pouco tempo para apreciação da matéria. “Ela [MP] é importante, tem que votar, vou falar com os senadores. Mesmo faltando um dia [para expirar] a gente vai botar para votar”, disse ele, na semana passada.

Assinada pelo presidente Jair Bolsonaro em 1º de agosto, a MP amplia em pouco mais de 7,3 mil o número de médicos nas áreas mais carentes do país – 55% dos profissionais serão contratados para atender as regiões Norte e Nordeste.

O programa Médicos pelo Brasil, lançado em substituição ao Mais Médicos, criado em 2013, também define novos critérios para realocação dos profissionais considerando locais com maior dificuldade de acesso, transporte ou permanência dos servidores, além do quesito de alta vulnerabilidade. A nova proposta ainda prevê formação de especialistas em medicina da família e comunidade.

De acordo com as regras do programa, os profissionais deverão ser selecionados para duas funções: médicos de família e comunidade e tutor médico. Todos deverão ter registro no Conselho Regional de Medicina (CRM).

Revalida

O Senado aprovou, em seguida, o projeto de lei (PL) que institui o Revalida, programa que faz a revalidação dos diplomas de médicos formados em universidades do exterior. Esses profissionais, inclusive os cubanos que deixaram o Mais Médicos e continuaram no Brasil, terão de passar pelo processo de revalidação do diploma para obter o registro e atuar no novo programa.

Segundo o texto, poderão participar do programa, que terá duas edições a cada ano, faculdades privadas com cursos de medicina cuja nota de avaliação no Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade) seja 4 ou 5. O programa será acompanhado pelo Conselho Federal de Medicina (CFM).

Fonte: Agência Brasil


Centro Especializado de Reabilitação ganha novas especialidades

Teixeira de Freitas: O Centro Especializado de Reabilitação de Teixeira de Freitas (CER 4) está qualificado para atender as demandas

Prefeitura promove reestruturação para agilizar marcação de

Teixeira de Freitas: “A Regulação de Teixeira de Freitas já ficou boa e vai ficar ainda melhor com as novidades”. A afirmação é da dona

Nova terapia promete reduzir mortes por infecção generalizada

Medicamento chamado IRSh* combinado com antibióticos convencionais muda a "cara" da bactéria e corrige resposta do sistema

O sucesso do áudio pornô, que atrai cada vez mais mulheres

A indústria pornográfica migrou das fitas para o DVD, do DVD para internet, e agora acompanha a tendência de sucesso dos podcasts com uma

Uso de maconha medicinal é aprovado pela Anvisa

A Agência de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou por unanimidade a legalização do uso medicinal da maconha. De acordo com o site Hypeness,

Veja os relatos de brasileiros que vivem a traumática paralisia do

Priscila Matos tem paralisia do sono há 25 anos, desde os 10 anos de idade "Eu tive essa sensação pela primeira vez aos nove anos. Acabei

Relatório identifica situação degradante em 40 hospitais

Vistorias feitas em 2018 apontam violência e exploração de trabalho Inspeções em 40 hospitais psiquiátricos de 17 estados das cinco regiões

Dezembro Vermelho: CTA realiza testes rápidos de HIV

O Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA) deu início nesta segunda-feira (02), às ações de conscientização do Dezembro Vermelho, com

Governo descarta problemas com vacina contra HPV

Técnicos analisaram reações em jovens que tomaram a vacina no Acre O Ministério da Saúde defendeu o resultado da avaliação de uma equipe de

Como acontece a morte cerebral

Desde o início do ano até setembro, foram 425 notificações de morte encefálica na Bahia, segundo a Sesab O cérebro parou de funcionar às

Nossos Apoiadores: