O barbeiro Paulo Sérgio Ferreira de Santana acusado de matar o mestre de capoeira Romualdo Rosário da Costa, conhecido como Mestre Moa do Katendê foi condenado a 22 anos e um mês de reclusão, após sessão do júri popular. O julgamento ocorreu começou no período da tarde e seguiu até a noite desta quinta-feira, 21, no Fórum Ruy Barbosa, no Campo da Pólvora, em Salvador.

De acordo com a sentença do júri, do período total, 17 anos e 5 meses são referentes ao homicídio do Mestre Moa. O tempo restante de 4 anos e 8 meses, equivalem a tentativa de homicídio do primo dele, Germino Pereira, que também foi atingido por uma facada no braço direito, ao tentar defendê-lo dos 13 golpes que vitimaram o capoeirista.

Após a publicação da sentença no Diário Oficial, que deve ocorrer já nesta sexta-feira, 22, a defesa terá cinco dias úteis para recorrer. Oferecida no dia 18 de outubro de 2019, a denúncia do Ministério Público estadual (MPBA) foi sustentada pelos promotores de Justiça David Gallo e Cássio Marcelo de Melo Santos. A filha de Moa, Somonai dos Santos da Costa, esteve presente na ação.

Defesa

De acordo com o advogado de defesa de Paulo Sérgio, Rodrigo Guimarães, diferente do que consta na denúncia do MPBA, o barbeiro não tentou matar Germino Pereira. Em declaração ao Jornal Massa!, ele contou que a defesa irá insistir nessa alegação para tentar modificar a pena imposta à Paulo.

"Está claro que não houve a tentativa de homicídio de Germino, pois, a tentativa presume que ele parou a execução por força alheia, mas nesse caso ficou claro que ele parou a execução porque quis. Na verdade, ele nem iniciou a execução com relação a Germino. Ele teve a execução com relação a Romualdo (Meste Moa) e Germino entrou em defesa de Romualdo e acabou se machucando", afirmou Rodrigo.

"Tudo isso nós vamos mostrar em recurso e vamos expugnar ao Tribunal um novo júri, pois, os jurados claramente decidiram contrário a prova dos autos", finalizou o advogado.

Relembre o caso

Mestre Moa do Katendê foi morto na madrugada do dia 8 de outubro de 2018, no 'Bar do João', localizado na avenida Vasco da Gama, em Salvador. De acordo com informações do MPBA, ele e Paulo Sérgio teriam discutido em voz alta sobre as eleições para presidente da República de 2018, e se agredido mutuamente de forma verbal.

Após a discussão, Paulo Sérgio teria saído do estabelecimento em direção à sua residência, onde buscou uma faca tipo peixeira e retornou ao bar, onde agrediu Moa do Katendê com 13 facadas por todo o corpo.

Primo do Mestre Moa, Germino Pereira também teria sido atingido por uma “profunda facada” no braço direito, ao tentar defendê-lo dos golpes.

Fonte: Atarde

Bombeiros suspendem buscas desta sexta por vítimas do naufrágio

Mobilizadas ao longo do dia em busca dos cinco desaparecidos em um naufrágio no Rio Paraguaçu ocorrido na quinta-feira, 2,  as equipes 13°

Setor de transportes eliminou 20 mil empregos em maio

O setor de transporte fechou 20.852 vagas de trabalho com carteira assinada em maio deste ano. Desde março, quando começaram as restrições à

Suspeito de tráfico morre após confronto com a polícia em São

Um homem suspeito de tráfico morreu após confronto com a polícia na noite de quinta-feira, 2, no bairro de São Gonçalo do Retiro, em Salvador.

Morre o ex-prefeito de Medeiros Neto, Nilson Vilas Boas Costa

Medeiros Neto: Faleceu na tarde desta quinta-feira, 2 de julho, o ex-prefeito de Medeiros Neto, o senhor Nilson Vilas Boas Costa, aos 84 anos de

Drogas e dinheiro são apreendidos em Paulo Afonso

Vinte e um tabletes de maconha,13 porções de cocaína, uma balança de precisão, R$ 1,014 mil e três celulares foram apreendidos, na

Polícia apreende droga que estava enterrada no interior

Equipes da DT de Luís Eduardo Magalhães localizaram mais de oito quilos de maconha, além de haxixe, crack e cocaína Mais de oito quilos de

DTE incinera cerca de 200 kg de drogas

A destruição dos entorpecentes foi acompanhada por representantes do Ministério Público da Bahia Resultado de apreensões que geraram

Cela de delegacia é atingida por incêndio e detenta morre

Lapão: Uma mulher que estava presa na delegacia de Lapão, no norte da Bahia, morreu após a cela em que ela estava ser atingida por incêndio,

Homem é preso pouco tempo depois de esfaquear desafeto

Belmonte: Gidegídio Dionizio de Jesus Alves, idade não confirmada, foi preso na tarde de terça-feira (30), em Belmonte, pouco tempo depois de,

Homem que estava desaparecido é encontrado morto em rio

Itabela: O corpo do lavrador Damião do Espírito Santo Bonfim, 37 anos, foi localizado em um rio na zona rural de Itabela, na tarde de domingo

Nossos Apoiadores: