Presidente da Caixa participou do programa A Voz do Brasil

Mais da metade das pessoas que recebem o auxílio emergencial gastam o benefício pelo aplicativo de celular, antes de fazerem o saque nas lotéricas e nas agências, disse hoje (9) o presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães. Ele participou do programa A Voz do Brasil e ressaltou a importância do aplicativo Caixa Tem na inclusão bancária e financeira da população.

“As pessoas estão utilizando muito bem o Caixa Tem. Mais da metade das pessoas [que recebem o auxílio emergencial] já consome o benefício antes de fazer o saque nas lotéricas e nas agências. Isso é muito importante porque essas contas [poupança] são de graça e vão ficar depois do auxílio”, disse Guimarães.

O presidente da Caixa disse que, no ano passado, o banco pagou a 120 milhões de brasileiros por meio do aplicativo e informou que a ferramenta será usada para pagar todos os benefícios sociais e trabalhistas do banco, não apenas o auxílio emergencial. “O governo incluiu 38 milhões de pessoas que não tinham acesso a nenhum tipo de benefício social. Essas pessoas receberam uma conta bancária de graça”, acrescentou.

Fraudes

O presidente da Caixa ressaltou que, em dois casos, os beneficiários do auxílio emergencial precisarão ir às agências antes do início do pagamento. O primeiro diz respeito a alguns usuários que trocaram de telefones celulares entre o fim do ano passado e abril deste ano e tiveram o aplicativo Caixa Tem bloqueado. O segundo refere-se a beneficiários com mais de um CPF, que precisarão ir as agências comprovar a identidade.

Segundo Guimarães, o comparecimento às agências nessas situações será necessário para evitar fraudes. Ele, no entanto, pediu para os beneficiários evitarem corridas aos bancos e assegurou que todo mundo será atendido. “Não precisa chegar cedo [à agência], basta levar identidade e o desbloqueio demora cinco minutos”, explicou.

Apesar das precauções, o presidente do banco ressaltou que o volume de fraudes foi muito pequeno, inferior ao pagamento de benefícios sociais nos Estados Unidos. De acordo com ele, em 2021, as fraudes deverão ser ainda menores, porque o auxílio emergencial será pago nas mesmas contas poupança usadas em 2020.

Saques

O pagamento da nova rodada do auxílio emergencial, com benefícios de R$ 150, R$ 250 ou R$ 375 (dependendo da família), começou a ser depositado na terça-feira (6) para os trabalhadores informais e inscritos no Cadastro Único de Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) em janeiro nas contas poupança digitais. Hoje (9) receberam os nascidos em fevereiro. No domingo (11), receberão os nascidos em março.

Esse público só poderá sacar o auxílio quatro semanas depois do depósito na conta poupança digital. Até lá, o dinheiro só poderá ser movimentado pelo Caixa Tem, que permite o pagamento de contas domésticas (água, luz, telefone e gás), compras em lojas eletrônicas e pagamentos com código QR (versão avançada do código de barras) em máquinas de estabelecimentos conveniados.

Segundo Guimarães, esse prazo entre o depósito e o início dos saques é necessário para evitar aglomerações nas lotéricas e nas agências. “Esse calendário é necessário exatamente para organizar para que as pessoas possam saber quando ir às agências. Isso foi feito no ano passado e, quando nós implementamos, ainda em maio, conseguimos uma redução muito grande nas filas. Implementamos [o calendário] pelo aniversário porque o mês de aniversário todo mundo sabe quando é e fica mais fácil para a população, principalmente a mais humilde”, explicou.

Apenas os cerca de 10 milhões de beneficiários do Bolsa Família poderão sacar diretamente o auxílio emergencial nas agências e nas casas lotéricas nos dez últimos dias do mês. De acordo com o presidente da Caixa, quase todos os inscritos no programa social receberão os valores do auxílio emergencial. Assim como em 2020, os membros do Bolsa Família receberão o valor atual do benefício ou o auxílio emergencial, prevalecendo o maior montante.

Fonte: Agência Brasil

Parceria entre a Prefeitura de Caravelas e o INSS garante atendimento

Caravelas: A minuta do acordo de cooperação técnica foi assinada, em um ato celebrado no Gabinete da Prefeitura de Caravelas, com presença de

Teixeira de Freitas chega aos 36 anos com a essência do povo

Teixeira de Freitas: Não há como detalhar a história de Teixeira de Freitas sem citar as inúmeras raízes que fazem dela uma das mais

'DEM não cogita apoiar Lula ou Bolsonaro', afirma ACM Neto

O ex-prefeito de Salvador e presidente do DEM, ACM Neto, rejeitou as especulações de que parlamenteres do partido estariam abertos a

Após duas panes e princípio de incêndio no Mercado Municipal,

Teixeira de Freitas: O vereador e radialista Lucas Bocão, apresentou na Sessão da Câmara Municipal da última quarta-feira (05) a Indicação

Governador diz que operação foi 'fiel cumprimento de mandados'

O governador do Rio de Janeiro, Cláudio Castro, defendeu que a operação da Polícia Civil que terminou com 28 mortos na favela do Jacarezinho,

Prefeito Marcelo Belitardo visita comunidades rurais em situação de

Teixeira de Freitas: Aproximar o serviço público das comunidades que vivem em locais mais distantes tem norteado a Gestão Municipal em ações

Presidente da Câmara de Vereadores de Brumado morre de Covid-19

Brumado: O presidente da Câmara de Vereadores de Brumado, no Sertão Produtivo, José Carlos Marques Pessoa (PSB), morreu nesta terça-feira (4)

R$ 3,1 bilhão em investimento: Prefeito de Caravelas participa de

Caravelas: O prefeito municipal de Caravelas, Silvio Ramalho, participou na tarde desta sexta-feira, 30 de abril, de uma Audiência Pública para a

TRF-4 revoga prisão preventiva de Eduardo Cunha

O Tribunal Regional Federal da 4ª Região revogou nesta quarta-feira (28) a prisão do ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha. Com a decisão, ele

Contran prorroga prazo para motoristas realizarem toxicológico

Medida vale para condutores habilitados nas categorias C, D e E O Conselho Nacional de Trânsito (Contran) decidiu prorrogar os prazos para a

Nossos Apoiadores: