O presidente Jair Bolsonaro sancionou nesta quinta-feira, 8, o Projeto de Lei 4.476 de 2020, que trata do novo marco regulatório do setor de gás. A matéria teve votação concluída no Congresso Nacional no dia 17 de março. A informação foi dada pela Secretaria-Geral da Presidência da República, que esclareceu que não houve vetos presidenciais à nova lei.

O texto aprovado prevê, entre outras medidas, a desconcentração do mercado, não permitindo que uma mesma empresa possa atuar em todas as fases, da produção e extração até a distribuição; e o uso de autorização em vez da concessão para a exploração do transporte de gás natural pela iniciativa privada.

O novo marco regulatório do gás diz ainda que as autorizações não terão tempo definido de vigência e podem ser revogadas somente a pedido da empresa nas seguintes situações: se ela falir ou descumprir obrigações de forma grave; se o gasoduto for desativado ou se a empresa interferir ou sofrer interferência de outros agentes da indústria do gás.

De acordo com as novas regras, caso haja mais de um interessado para a construção de um gasoduto, a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) deverá realizar processo seletivo público.

Segundo o texto da lei, a ANP deverá acompanhar o mercado de gás natural para estimular a competitividade e reduzir a concentração, usando mecanismos como a cessão compulsória de capacidade de transporte, escoamento da produção e processamento; obrigação de venda, em leilão, de parte dos volumes de comercialização detidos por empresas com elevada participação no mercado; e restrição à venda de gás natural entre produtores nas áreas de produção.

O governo federal informou que as estimativas projetadas pela Empresa de Pesquisa Energética (EPE) são de que este novo marco regulatório gere investimentos entre R$ 50 bilhões e R$ 60 bilhões, com a produção de gás natural triplicando até 2030. A nova Lei do Gás poderá gerar quatro milhões de empregos em cinco anos e acrescentar 0,5% de crescimento ao PIB nos próximos dez anos.

Fonte: Agência Brasil

Parceria entre a Prefeitura de Caravelas e o INSS garante atendimento

Caravelas: A minuta do acordo de cooperação técnica foi assinada, em um ato celebrado no Gabinete da Prefeitura de Caravelas, com presença de

Teixeira de Freitas chega aos 36 anos com a essência do povo

Teixeira de Freitas: Não há como detalhar a história de Teixeira de Freitas sem citar as inúmeras raízes que fazem dela uma das mais

'DEM não cogita apoiar Lula ou Bolsonaro', afirma ACM Neto

O ex-prefeito de Salvador e presidente do DEM, ACM Neto, rejeitou as especulações de que parlamenteres do partido estariam abertos a

Após duas panes e princípio de incêndio no Mercado Municipal,

Teixeira de Freitas: O vereador e radialista Lucas Bocão, apresentou na Sessão da Câmara Municipal da última quarta-feira (05) a Indicação

Governador diz que operação foi 'fiel cumprimento de mandados'

O governador do Rio de Janeiro, Cláudio Castro, defendeu que a operação da Polícia Civil que terminou com 28 mortos na favela do Jacarezinho,

Prefeito Marcelo Belitardo visita comunidades rurais em situação de

Teixeira de Freitas: Aproximar o serviço público das comunidades que vivem em locais mais distantes tem norteado a Gestão Municipal em ações

Presidente da Câmara de Vereadores de Brumado morre de Covid-19

Brumado: O presidente da Câmara de Vereadores de Brumado, no Sertão Produtivo, José Carlos Marques Pessoa (PSB), morreu nesta terça-feira (4)

R$ 3,1 bilhão em investimento: Prefeito de Caravelas participa de

Caravelas: O prefeito municipal de Caravelas, Silvio Ramalho, participou na tarde desta sexta-feira, 30 de abril, de uma Audiência Pública para a

TRF-4 revoga prisão preventiva de Eduardo Cunha

O Tribunal Regional Federal da 4ª Região revogou nesta quarta-feira (28) a prisão do ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha. Com a decisão, ele

Contran prorroga prazo para motoristas realizarem toxicológico

Medida vale para condutores habilitados nas categorias C, D e E O Conselho Nacional de Trânsito (Contran) decidiu prorrogar os prazos para a

Nossos Apoiadores: