Ator venceu com papel de dublê em longa de Tarantino. Academia de Hollywood diz temer que profissionais se arrisquem demais pela estatueta

“Está na hora de darmos um pouquinho de amor para os nossos dublês.” Em seu discurso de agradecimento pelo Oscar de Ator Coadjuvante, no domingo passado (9), em Los Angeles, Brad Pitt homenageou os profissionais cujos rostos jamais são vistos na telona do cinema, mas que realizam a dura tarefa de substituir os astros nas cenas em que seus corpos estão em perigo.

 “Está na hora de darmos um pouquinho de amor para os nossos dublês.” Em seu discurso de agradecimento pelo Oscar de Ator Coadjuvante, no domingo passado (9), em Los Angeles, Brad Pitt homenageou os profissionais cujos rostos jamais são vistos na telona do cinema, mas que realizam a dura tarefa de substituir os astros nas cenas em que seus corpos estão em perigo.

Foi com o papel de Cliff Bouth, dublê do ator vivido por Leonardo DiCaprio em Era uma vez em... Hollywood, de Quentin Tarantino, que Pitt venceu sua primeira estatueta como ator – foi sua quarta indicação em categoria de atuação; Pitt já tinha um Oscar como produtor de 12 anos de escravidão, de Steve McQueen.

Os dublês fizeram campanha para ter sua própria categoria nos prêmios mais importantes do cinema, alegando que sua contribuição é igual à feita pelos mixadores de som, pelos maquiadores ou por aqueles responsáveis pelos efeitos visuais. Esses já têm seu lugar na maior festa do cinema.

O Oscar de Brad Pitt dá uma "boa exposição" para a profissão, afirma Daniel Locicero, dublê de filmes e treinador que vive em Los Angeles. "Tenho certeza de que ele tinha um dublê no filme!", brincou Locicero, que tem em seu currículo filmes como o premiado Dunkirk (2017) e Missão impossível: Efeito fallout (2018).

O ofício é premiado nos prestigiosos SAG Awards, do Sindicato de Atores de Hollywood. Os ganhadores da última edição foram as equipes de dublês de Vingadores: ultimato e Game of thrones. "Nossos dublês põem tudo em jogo, nos protegem e salvam nossas vidas", disse a presidente do SAG, Gabrielle Carteris. "O trabalho que fazem não é fácil e, de fato, ajudam a dinamizar nossos programas de TV e filmes. Por isso, nós os honramos", acrescentou.

Medo

Até hoje, porém, a Academia das Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood, responsável pela realização do Oscar, mostrou-se reticente quanto a acrescentar uma categoria para reconhecer o trabalho dessa turma. "Acho que o Oscar tem um pouco de medo de nós neste momento", comentou Jack Gill, que lidera a campanha de reconhecimento.

"Eles me deram todas as razões pelas quais não podemos participar", disse. Uma delas é o medo de que os dublês se sintam incentivados a assumir riscos excessivos para ganhar uma estatueta, argumento que Gill ridiculariza. "Se isso estivesse correto, os efeitos especiais fariam (o mesmo), porque têm explosões, fazem coisas voarem... Não saíram matando ninguém por um prêmio!"

Para Locicero, outro fator que explica as reservas de Hollywood é o medo dos estúdios de deixarem que o público veja o que existe por trás dos bastidores. Muitos dublês convocaram os atores para se unir à sua causa. Era uma vez em... Hollywood retrata um estreito vínculo entre o dublê (Pitt) e o ator (Leonardo DiCaprio), como uma dupla inseparável, mesmo fora do set de filmagem.

Locicero diz que esse vínculo se aproxima da realidade em muitos casos. "Treinei gente mais ou menos famosa e criei uma conexão com eles como a de um amigo", contou. Em troca de manter a salvo as grandes estrelas, os dublês recebem "amizade, o agradecimento que é tudo", relata. Mas é preciso mais do que amizade para que a campanha de Gill seja bem-sucedida. "Quando você vê Brad Pitt fazer algo assim e depois ser indicado por isso, é hora de pressionar tão forte quanto pudermos", afirmou.

Fonte: AFP


Prevenção ao Covid-19: Está cancelado o tradicional São João da

Lajedão: O tradicional São João da Rádio Lajedão FM será cancelado esse ano. Por conta do combate à proliferação do Coronavírus

Dez municípios baianos desistem de fazer São João 2020

Dez cidades baianas comunicaram nesta terça-feira (7) que vão suspender o São João deste ano. A decisão ocorre devido à pandemia do Novo

Ator Logan Williams, da série The Flash, morre aos 16 anos

O ator Logan Williams, que interpretou uma versão jovem de Barry Allen na série The Flash, morreu repentinamente aos 16 anos, na última

Vídeo: Presidente do SINDEC diz que comércio em Teixeira

Teixeira de Freitas: O presidente do Sindicato dos Empregados do Comércio - SINDEC, Gilvane dos Santos Dias, afirma que o comércio de Teixeira de

Sincomércio e Sindec emitem nota confirmando suspensão das

Teixeira de Freitas: Os Sindicatos de representatividade Patronal (Sincomércio) e dos Empregados do Comércio (SINDEC) emitem Nota Pública em

Azul suspende voos em Porto Seguro e outras cidades

Porto: Seguro: Salvador será o único destino da Bahia que terá voos da Azul a partir desta quarta-feira (25) em função do avanço do

Francês Blaise Matuidi, da Juventus, testa positivo coronavírus

O volante Blaise Matuidi, campeão mundial com a França na Copa de 2018 e jogador da Juventus, testou positivo para o novo coronavírus, anunciou

Hellen Sandy de Teixeira vence batalha de trio e avança no The

Teixeira de Freitas: A cantora teixeirense, Hellen Sandy, brilhou na batalha de trio deste domingo, 15 de março, no The Voice Kids que vai ao ar

Cantora Preta Gil está com coronavírus

Na tarde deste sábado, 14, a cantora Preta Gil revelou que contraiu o coronavírus. Preta se apresentou no casamento de Marcela Minelli, em

Delegada ministra palestra sobre violência doméstica em Teixeira

Teixeira de Freitas: A delegada Valéria Chaves, coordenadora da 8ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin), com sede em Teixeira

Nossos Apoiadores: