A atuação do Bahia na 19ª (e última) rodada do primeiro turno do Campeonato Brasileiro foi um retrato fiel do que o time apresentou nessa primeira metade da competição nacional. Na derrota por 3 a 1, na noite deste domingo, 1º, para o Santos, o que se viu na Vila Belmiro foi um Tricolor sem repertório ofensivo e com uma perigosa fragilidade defensiva.

A nona derrota do Esquadrão na Série A manteve o time com 19 pontos, mesma situação do Red Bull Bragantino, equipe que abre a zona de rebaixamento. O próximo adversário do Bahia no Brasileiro será o Botafogo, em casa, dia 8 de novembro.

Antes disso, na quinta-feira, os comandados de Mano Menezes entram em campo pela Copa Sul-Americana. O Esquadrão recebe o Melgar-PER pelo jogo de volta do mata-mata internacional. Na ida, o Tricolor foi derrotado por 1 a 0.

Chuva de gols

Além de promover a estreia de Anderson Martins, o técnico Mano Menezes fez outras cinco mudanças na equipe. Na lateral direita, Nino Paraíba assumiu a vaga do lesionado Ernando. No meio de campo, Gregore passou a ter as companhias de Ronaldo e Daniel. E no ataque, Fessin e Élber gaharam chances pelos lados.

Em campo, a partida começou sob chuva forte e a nova dupla de zaga do Bahia foi ‘carimbada’ com apenas dez minutos de bola rolando. Soteldo avançou pelo lado esquerdo do ataque, foi à linha de fundo e fez o cruzamento. A bola passou por toda a extensão da área tricolor e chegou até Madson, que se antecipou a Juninho Capixaba e mandou para o fundo das redes.

Dois minutos depois, o Tricolor teve tudo para empatar, mas parou em João Paulo, goleiro santista. Primeiro o arqueiro espalmou chute de Élber e viu o rebote se oferecer para Gilberto. Aí, o camisa 9 finalizou e mais uma vez João Paulo surgiu para salvar.

No outro lado do campo, Douglas não foi tão seguro. Aos 25 minutos, o goleiro bateu roupa e largou a bola dentro da área. O ataque do Santos aproveitou o vacilo, trocou passes e encontrou Marinho, que chutou forte no meio do gol. A bola ainda desviou em Juninho antes de chegar ao fundo das redes.

Mais uma vez o Bahia teve uma chance para dar uma resposta imediata ao gol sofrido, e aos 27, Daniel diminuiu o placar. Ele apareceu dentro da área para finalizar após jogada de Nino Paraíba, que avançou pela direita e fez o cruzamento.

E as redes da Vila Belmiro seguiram balançando no movimentado primeiro tempo. Aos 36 minutos, veio o terceiro gol alvinegro, mais uma vez com contribuição de Douglas. Jobson cobrou falta e o goleiro não conseguiu segurar o chute. A bola passou pelo meio da barreira tricolor e o gramado molhado não ajudou o arqueiro, mas a falha aconteceu.

Sem repertório

O Bahia voltou para o segundo tempo com Rossi no lugar de Fessin, que pouco apareceu para o jogo nos primeiros 45 minutos. Antes dos 20, Mano trocou também Gilberto por Saldanha e Élber por Marco Antônio, deixando o Esquadrão com um novo trio de ataque em campo.

Na prática, não mudou muita coisa e o time seguiu com dificuldade para criar jogadas na Vila. Enquanto isso, no outro lado do campo Douglas se redimiu dos vacilos do primeiro tempo com pelo menos duas defesas importantes em finalizações de fora da área de Felipe Dionatan e Soteldo.

Só aos 28 o Tricolor teve uma boa chance de marcar, e a jogada foi um presente da defesa santista. João Paulo tentou sair jogando curto e entregou nos pés de Daniel, que gingou na frente do goleiro e acertou a trave.

A derrota deste domingo para o Santos não colocou o Bahia na zona de rebaixamento da Série A, mas manteve o time próximo do perigoso Z-4, situação com a qual o Tricolor conviveu na maior parte dessa primeira metade de Campeonato Brasileiro. Restam 20 jogos (time tem um jogo a menos) para saber qual será o futuro do Esquadrão.

SANTOS 3X1 BAHIA - 19ª RODADA DO CAMPEONATO BRASILEIRO SÉRIE A

Local: Vila Belmiro, em Santos (SP)

Gols: Madson, aos 10, Marinho, aos 25, Daniel, aos 27, e Robson, aos 36 minutos do 1º tempo

Árbitro: Heber Roberto Lopes

Assistentes: Helton Nunes e Johnny Barros de Oliveira (Trio de Santa Catarina)

Cartões amarelos: Jobson, João Paulo, Marinho (Santos); Juninho, Anderson Martins, Nino Paraíba (Bahia)

Santos - João Paulo; Madson, Lucas Veríssimo, Luan Peres e Felipe Jonatan; Jobson (Sandry), Diego Pituca, Jean Mota (Lucas Loureço) e Soteldo (Ângelo); Marinho e Kaio Jorge (Marcos Leonardo). T: Cuca.

Bahia - Douglas Friedrich; Nino Paraíba, Anderson Martins, Juninho e Juninho Capixaba; Gregore, Ronaldo (Elias), Daniel (Clayson) e Fessin (Rossi); Élber (Marco Antônio) e Gilberto (Saldanha). T: Mano Menezes.

Fonte: Rafael Teles

Léo Ceará faz dois, Vitória bate o Guarani

O Vitória fez a lição de casa e conseguiu vencer o seu segundo jogo longe de Salvador no Brasileirão Série B. Em um momento imprescindível,

Inter humilha São Paulo no Morumbi e volta à liderança do

Yuri Alberto faz três; Cuesta e Caio Vidal completam a festa colorada A noite de quarta-feira (20) foi mágica para o Inter no Morumbi. No

Bahia supera o Atheltico-PR, volta a ganhar na Série A

O torcedor do Bahia finalmente pôde comemorar um triunfo na noite desta quarta-feira, 20. Foram dez partidas, contando todas as competições, sem

Grêmio arranca empate com Palmeiras na abertura da 30ª rodada

Diego Souza garante igualdade com gol no final do 2º tempo O Grêmio arrancou um empate de 1 a 1 com o Palmeiras, nesta sexta-feira (15) no

MP denuncia 11 pessoas por incêndio no Ninho do Urubu

Dez adolescentes morreram e três ficaram feridos na tragédia O Ministério Público (MP) denunciou à Justiça pelo crime de incêndio

Brasil tem 17 atletas no TOP-20 da World Athletics de 2020

Destaques são Felipe dos Santos, do decatlo, e Érica Sena, da marcha O atletismo brasileiro tem 17 nomes no Top 20 do Ranking Mundial de

Após sorteio, Palmeiras decidirá Copa do Brasil em casa contra

Jogo de ida da final será na Arena do Tricolor, em Porto Alegre O Palmeiras assegurou hoje (14), após sorteio na CBF, o direito de fazer o

Futebol: sul-americano sub-20 é cancelado por causa de pandemia

Competição aconteceria na Colômbia em fevereiro de 2021 A Federação Colombiana de Futebol (FCF) anunciou nesta quarta-feira (23) o

Maradona não consumiu drogas ou álcool dias antes de morrer

Procuradoria revela resultado da autópsia de ídolo argentino A autópsia realizada no corpo de Diego Maradona revelou que o ídolo argentino

Botafogo bate Ceará e assegura retorno à elite do Brasileiro

Alvinegras se classificaram às semifinais da Série A2 neste domingo O Botafogo está de volta à elite do Campeonato Brasileiro de Futebol

Nossos Apoiadores: