Teixeira de Freitas: Crianças que têm contato com música aprendem a ler e a escrever com mais facilidade. Por isso a escola CEO proporciona aos seus alunos da educação infantil os benefícios da musicalização infantil de forma lúdica, desenvolvendo a percepção auditiva, coordenação motora ao tocar um instrumento ou através da dança com movimentos corporais, e muito mais...

Além disso, na escola CEO, as aulas de música têm sido um excelente incentivo à linguagem, por auxiliar na aquisição de vocabulário dos alunos. Até a interpretação de texto é beneficiada pelo contato com as canções. “A memória operacional se desenvolve, e faz com que o aluno escute uma música e preste atenção ao que está sendo cantado. Cantar e tocar instrumentos faz com que ele estimule áreas neuronais que serão trabalhadas futuramente em outras funções – como nos cálculos matemáticos ou na leitura de textos.

Também o uso de atividades de musicalização ajudam a consolidar o aprendizado e é um recurso para aprender e divertir. As músicas ativam áreas diferentes do cérebro não desenvolvidas em outras atividades como escrever ou ler.

A musicalização na escola CEO tem ainda o dom de aproximar as pessoas. A criança que vive em contato com a música, aprende a conviver melhor com as outras crianças e estabelece um meio de se comunicar muito mais harmonioso do que aquela que é privada da música, em contra partida, quando se aprende a tocar algum instrumento, também se aprende a ficar sozinho(a), sem se sentir solitário(a) ou carente de atenção.

A música ainda beneficia a oralidade, através das músicas infantis como “roda-roda”, “o sapo não lava o pé” e outras, onde as sílabas são rimadas e repetitivas, fazendo com que a criança entenda o significado das palavras através dos gestos que se fazem ao cantar. Portanto, o processo de alfabetização acontece de forma lúdica. Dar um instrumento musical na mão do seu filho(a) ajuda a estimular o desenvolvimento neurológico do mesmo. Estudar música melhora as funções executivas do cérebro responsáveis por habilidades como: Memória, controle da atenção, organização e planejamento do futuro.

"A música não é barulho, é um conjunto de sons organizados. Nosso trabalho é despertar na criança uma busca interior, em que a música vem de dentro para fora. A valorização da música dentro da escola é uma ferramenta importantíssima no desenvolvimento da criança. Afinal, é uma linguagem que se conecta com todas as disciplinas. A arte tem o poder da transformação e é isso que buscamos para nossas crianças através das aulas de música e o contado com instrumentos musicais.

Por: Daiana Ferreira Pedagoga, professora de espanhol e professora de música na escola CEO.

MEC define protocolo de segurança para volta às aulas

Cronograma das atividades deve ser orientado pelo governo local O Ministério da Educação (MEC) definiu um protocolo de biossegurança para a

Casa da Cultura irá promover Festival Cultural “Dedicasa tem

As mídias digitais tem sido fundamentais na disseminação da cultura durante este período de pandemia. A Casa da Cultura, órgão ligado à

SEC- BA e APLB dialogam sobre protocolos de volta às aulas

A Secretaria da Educação do Estado (SEC) promoveu, nesta terça-feira (30), uma reunião virtual com dirigentes da SEC e representantes da APLB

Ministro da Educação deixa o governo após cinco dias no cargo

Antes mesmo de tomar posse, o ministro da Educação, Carlos Decotelli, deixou o cargo após o presidente Jair Bolsonaro ter aceitado seu pedido de

O estudo que estima em 36 as civilizações extraterrestres

Os cientistas do estudo tentaram determinar quantas civilizações poderiam contatar os humanos Quantas civilizações extraterrestres poderiam

Análise aponta cópia em dissertação do ministro da Educação

Além de não ter tido a tese de doutorado aprovada, há sinais de plágio no trabalho do mestrado, apresentado em 2008 para a FGV Rio de

Covid: “4º ano do ensino médio” pode ser votado pela Câmara

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), vai pautar para terça-feira (30), a medida provisória 934 sobre o ensino escolar durante a

Aos 18 anos, brasileira passa em 7 universidades internacionais

Estudante mora na periferia de SP e vai cursar neurociência na Flórida (EUA). No total, conseguiu bolsa em seis faculdades Isabelly Moraes

MEC revoga portaria que acabava com cotas para negros e índios

Medida foi publicada hoje (23) no Diário Oficial da União O Ministério da Educação tornou sem efeito a Portaria nº 545/2020, publicada no

Enem 2020 tem 5,8 milhões de inscritos

Mais da metade dos inscritos tem mais de 20 anos e 60% são mulheres O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) teve 5,78 milhões de inscritos. O

Nossos Apoiadores: